Segurancadainformacaoparaempresasdevarejoqualeaimportancia

Segurança da informação para empresas de varejo: qual é a importância?

Se passamos por mudanças drásticas no mercado nos últimos anos, com certeza a mais relevante é o valor que os dados estão ganhando nas empresas. São eles que permitem conhecer melhor o público, controlar a gestão de forma mais eficaz e se antecipar a tendências do mercado, saindo na frente da concorrência.

Mas na mesma medida em que essa importância cresce aumenta também a necessidade de se preocupar com segurança da informação. Neste artigo, vamos abordar o assunto e mostrar porque essa deve ser uma preocupação na sua empresa. Acompanhe!

O que engloba a segurança da informação

Segurança da informação é o conjunto de ferramentas, estratégias e práticas que garantem o uso de dados do negócio de forma confiável e reduzindo ao máximo o risco de comprometimento em uma rotina operacional.

É claro que não existe sistema inviolável, mas com boa infraestrutura, colaboradores preparados e tecnologia, é possível conquistar um nível de proteção na empresa que simplifique muito o seu trabalho daqui para frente.

A importância da segurança da informação para o varejo

Proteger dados é fundamental para o sucesso no futuro, mas por que exatamente? Existem alguns pontos a serem analisados e que demonstram essa importância. Confira a seguir quais são eles.

Concordância com a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor no meio de 2020 e é uma forma de regulamentar o armazenamento e uso de dados sensíveis dentro de todas as empresas brasileiras.

Portanto, a primeira questão aqui é legal: quem não cumprir com os fundamentos da segurança da informação pode sofrer penalidades severas.

Mas o que a LGPD vai exigir de mais evidente das empresas? O foco principal é em agência do usuário e transparência. Ou seja, o negócio só poderá coletar e utilizar informações se houver a autorização expressa do usuário e mecanismos para que ele visualize o que foi armazenado e possa apagar quando quiser.

Integridade de dados armazenados

A LGPD é muito importante nesse cenário de segurança da informação, mas existem outras questões práticas que já são suficientes para o varejo ter esse tipo de preocupação na rotina.

Como dissemos no início, dados têm valor para o negócio, principalmente no relacionamento com o público para conversão e fidelização.

Quando o sistema que armazena essas informações tem segurança como prioridade, ele garante sua integração e integridade. Além disso, há uma origem mais sólida para relatórios, insights e estratégias dentro de um mercado competitivo.

Mais produtividade

Quando os dados podem ser utilizados de forma segura, isso confere mais tranquilidade e agilidade para todos os colaboradores da empresa. Um sistema protegido pode centralizar toda a produtividade, aumentando a eficiência de processos e até a qualidade no atendimento de um varejo.

Confiabilidade da marca

Você já deve ter visto nos jornais como o vazamento de informações sensíveis impacta na imagem de uma empresa. Perder a confiança do consumidor é devastador para o negócio, e uma mancha na reputação pode ser difícil de apagar.

Portanto, a prevenção é sempre a melhor ideia. Investir em segurança da informação é construir uma relação sólida entre varejo e público.

Como garantir segurança da informação e diminuir riscos

Agora você já sabe que garantir a segurança da informação é bem importante. Então, como melhorar essa característica dentro do negócio? A resposta pode variar de acordo com tamanho, orçamento disponível, pessoal contratado etc. Mas algumas dicas básicas são valiosas para qualquer gestor. Confira!

Invista nas ferramentas certas

Investir em tecnologia hoje é um passo obrigatório para ter segurança da informação. E o investimento deve ser dividido em três pilares:

  • infraestrutura de TI mais moderna, seja interna ou terceirizada;
  • sistemas integrados que facilitem o controle do armazenamento e do uso de dados em uma empresa;
  • softwares que incluam automação e monitorem constantemente o sistema em busca de ameaças.

Vá para a nuvem

A cloud computing, ou nuvem, é a tecnologia que mais se popularizou nos últimos anos para dar mais segurança às empresas. Mesmo quem hesitava já percebeu que confiar os dados a companhias especializadas em armazenamento e proteção de dados resulta em uma solidez do sistema que é muito difícil de se alcançar por conta própria.

Crie metodologias de controle

O trabalho de um gestor para uma empresa de sucesso é ir sempre em busca de visão: financeira, competitiva, produtiva e agora também de segurança da informação.

Seja dentro da sua empresa ou na nuvem, os colaboradores vão utilizar durante todo o tempo dados dos clientes para efetivar vendas e divulgar promoções.

Você precisa ter metodologias e indicadores específicos para isso, que apontem os pontos fracos da sua proteção e permitam que esse seja um trabalho de constante aprimoramento de segurança.

Mude a cultura da empresa

Falando nos colaboradores, o maior risco aos dados de uma empresa é o que chamamos de engenharia social: pessoas mal intencionadas enganam usuários do sistema para que eles forneçam sem perceber dados de acesso.

Essa ameaça se combate com educação. É preciso alertar sobre esses riscos e, se possível, investir em treinamentos focados na segurança de dados. Cada pessoa dentro da empresa pode ser uma sentinela a mais para proteger as informações dos clientes.

Conte com ajuda especializada

Tudo isso que citamos aqui exige planejamento, dimensionamento e estratégia. Mas você deve estar pensando: Quais ferramentas escolher? Qual sistema é melhor para equilibrar proteção e produtividade? Como posso automatizar processos e ganhar em confiabilidade? Como treinar meu time?

Por isso é sempre interessante contar com ajuda especializada. Empresas de consultoria e implantação de proteção de dados podem oferecer respostas a todas essas perguntas de forma mais significativa, baseada em expertise na área e em experiência no mercado.

A segurança da informação não é um luxo, é uma necessidade que vai definir o futuro de mercados que lidam com dados de clientes — e o varejo é um dos principais! Por isso, entender essa importância e buscar ajuda especializada é o começo de uma transformação para o seu negócio.

Quer ganhar ainda mais competitividade no mercado depois de garantir a segurança dos seus dados? Então, confira este artigo sobre precificação no varejo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *